sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Mais Um Eclipse Solar

Neste dia 13 de Setembro, as 6:55h, temos mais um eclipse solar. Eclipses solares são quando a Lua se coloca entre o Sol e a Terra, projetando sobre nós a sua sombra; para a astrologia, ele representa momentos de revolução na casa em que acontece, mudanças radicais porém nada que possa ser considerado negativo, porém se as pessoas não estão preparadas para mudanças (se estão apegadas as situações anteriores, a pensamentos e emoções) elas experimentam situações que podem ser chamadas de críticas. Aqueles que não estão preparados para o novo meio ambiente que o eclipse solar cria acaba sofrendo porque não deseja se adaptar.
Este acontecerá na Casa V, a casa da criatividade, do amor, dos filhos, do lazer, do início de novas atitudes, e em Virgem. Será um eclipse dedicado a nos ensinar sobre o amor. O eclipse inicia um período que vai nos ensinar a como manifestar, de forma prática, o amor. Paciência, tolerância serão necessários para os próximos seis meses. A disciplina também será exigida e muito! Também este eclipse acontecerá em conjunção com a Lua em Virgem que reforçará a necessidade de expressar seus sentimentos. Conjunções com Adônis e com o Cupido (que também estão em Virgem) colocará todos em situações em que o amor precisará ser expressado. Serão testes, você será obrigado a reagir, a experienciar, experimentar!
Dois trígonos serão formados também: Plutão e Ceres Retrógrada em Capricórnio. Trígonos são aspectos harmoniosos e Plutão vai apoiar o dinamismo, a transformação e a transmutação. Ele avisa que todos teremos ajuda para mudar, basta estarmos sintonizados com esta energia. É hora de colocar em cada ação de nossas vidas o amor. Cada gesto deve ser uma demonstração de amor. Mas não apenas o amor carnal que os gregos chamam de eros, mas também o amor pela família, pelos amigos, pelos pais e, principalmente, como fala Ceres (e não será fácil fazer isso) demonstrar o maior mandamento do mestre Jesus Cristo: "amar a Deus sobre todas as coisas, e o próximo como a ti mesmo".
Quíron em Peixes está em oposição com o Sol eclipsado. Ele determina um momento em que uma dificuldade passada vai ressurgir, uma mágoa antiga, em relação a expressar o amor, sobretudo por Deus. Esta mágoa será colocada em frente a humanidade para que lidemos com ela novamente e possamos reagir a ela de forma diferente. Alguns astrólogos interpretam esta relação como situações de morte. Tensões religiosas continuam com as quadraturas com Palas e Pholus em Sagitário. As religiões humanas serão purificadas a partir deste eclipse. Problemas serão colocados diante das falsas religiões para expor seus falsos profetas. Não há espaço para religiões que não manifestem verdadeiramente o amor no seio da humanidade. A única religião é o amor!
Tensões continuam com um semi-sextil com Marte em Leão e um quincunce de Urano em Áries. O primeiro causará problemas porque teremos a impressão de que o amor vai se manifestar de forma sexualizada ou que o amor virginiano é superficial, em ambos os casos é uma ilusão do mundo tentando corromper nosso caminho. Primeiro, manifestar o amor sexualmente não é a única forma de materializar o amor, este sentimento deve ser manifestado em nossa vida em cada gesto para cada uma das pessoas que cruzar os nossos caminhos. Trabalhar com amor, atender o telefone com amor, comprar o pão com amor, cada gesto, dos mais simples, dos maiores, deve ser repleto de amor.  O quincunce com Urano causará outro problema (é possível que cada uma das pessoas experimente uma dos dois, mas também é possível os dois): a solidão. Como demonstrar amor se você vive sozinho? Como demonstrar amor na solidão? A pergunta, no entanto, deve ser devolvida: você vive mesmo sozinho? Se você trabalha, se você frequenta alguma igreja, frequenta alguma escola ou faculdade; ou mesmo se você tem um bichinho, algumas plantas, se você tem contato com qualquer ser vivo em sua vida faça este contato ser permeado por amor, e mesmo se você estiver completamente sozinho, lembre-se, com quanto amor você trata a si mesmo?


Lenin Campos


Fráter do Templo Universal Despertar




Nenhum comentário:

Postar um comentário